terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Natal

...

No mundo material se aproxima a data comemorativa do natal, onde o calendário aponta o nascimento daquele que dividiu o tempo, entre antes e pós da sua passagem em nosso planeta, o homem que arrebanhava as multidões, irradiando luz, amor, caridade, serenidade, compromisso com o próximo, curou enfermos. Um homem sem nenhuma posse material, de vestes singelas, tinha consigo valores muito mais valiosos que as incalculáveis fortunas materiais dos palácios romanos, espalhou os valores mais importantes ao planeta e até os dias atuais vivos em cada um de nós, esse bem foi espalhado e nunca teve medo de perde-lo, porque essa fortuna é impossível de toma-lo somente para si, pois cada vez que o distribui, mais tem a oferecer sem cessar.

Façamos desta data não somente um período de presentear o próximo, mas sim de se presentear deixando-o comandar a sua vida, fazendo brotar de cada ação gestos do mais genuíno sentimento de amor ao seu semelhante e a criaturas , e nunca tenhais medo de distribui-lo, pois terás muito mais para distribuir e se enriquecerá de muito mais. A felicidade plena.

Dr Bezerra de Menezes

Nenhum comentário:

Postar um comentário